08/05/2017 às 16h34min - Atualizada em 08/05/2017 às 16h34min

Pessoas com necessidades especiais terão aulas de dança na Casa da Cultura de Itatiaia

A atividade é oferecida em parceria com a APAE e atende gratuitamente a 12 alunos da Associação da cidade

A Prefeitura de Itatiaia, por meio da Assessoria Especial de Cultura, iniciou nessa segunda-feira (08) as aulas de dança para pessoas com necessidades especiais. A parceria, com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Itatiaia, viabilizou o andamento do projeto que é oferecido gratuitamente a 12 alunos da Associação.

- Essa parceria é de suma importância para nós, pois a dança auxilia no desenvolvimento motor deles. Os pais receberam a notícia dessa novidade com muito entusiasmo e estão dando total apoio para essa nova atividade que acontece fora da APAE. A Casa da Cultura possui uma sala própria para dança, então nós vamos trazê-los toda segunda para fazer a aula no ambiente adequado. Eles amam dançar, é visível a alegria deles durante os exercícios – explicou a Presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Itatiaia, Denise Diniz Barbosa.

O coordenador e professor do projeto, Jefferson Santos, ressaltou que as aulas irão promover a qualidade de vida dos alunos, utilizando da arte como ferramenta inclusiva.

- Resgatar tudo aquilo que Itatiaia já teve de bom e trazer a dança para esses alunos já estava no planejamento do nosso Prefeito Eduardo Guedes. A APAE da cidade sempre teve uma aceitação muito grande para essa atividade artística e nós sabemos que o rendimento deles em aula é muito alto – comentou o Coordenador de Dança da Casa da Cultura.

Segundo o professor Jefferson, que tem curso na área de psicomotricidade e dança para cadeirante, a aula é desenvolvida independente da idade e da deficiência.

- As aulas possibilitam a criação de movimentos expressivos, trabalha a o ritmo e a musicalidade, além de trazer autonomia e autoestima para a vida dessas pessoas. Eles se sentem incluídos, envolvidos pela dança, é uma conquista a cada movimento realizado – finalizou o professor.

Com muita força de vontade eles superem os próprios limites aprendendo a dançar, ter disciplina e descobrindo novos caminhos.

-A cultura é um espaço para todos e abrir as portas para as pessoas com necessidades especiais só reforça nosso comprometimento em democratizar e levar arte para todos. Esses alunos são realmente especiais para nós, pois eles levam muito a sério as atividades que lhes são propostas. Todos estão com a documentação em dia, inclusive atestado de saúde que é exigido para todos os alunos que fazem algum curso da Casa – completou o Assessor Especial de Cultura, Rafael Fioratto.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »