18/05/2017 às 17h09min - Atualizada em 18/05/2017 às 17h09min

Ação de Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é realizada em Itatiaia

 Em Itatiaia o Dia de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio) foi marcado por ações de conscientização e palestra sobre o assunto. Das 9h às 12 horas a equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e o Conselho Tutelar realizaram panfletagem e orientação aos moradores na Praça Santos Dumont, no Centro.
 
Durante a ação foram distribuídos materiais informativos sobre o que é abuso sexual de crianças e adolescentes, como e onde denunciar este crime e como é feito o acolhimento das vítimas.
 
Os munícipes que passaram pelo local também receberam informações sobre o disque 100 que é o serviço de Denúncia Nacional, coordenado pela Secretaria  Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República.
 
Por meio do 100, a sociedade pode fazer denúncias via telefone ou aplicativo sobre crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes. As denúncias chegam a ouvidoria da Secretaria, que aciona as redes de proteção e os órgãos competentes para apuração das responsabilidades.
 
- Realizamos um trabalho de panfletagem e esclarecimento diretamente  com a população  para que todos saibam que  existem diversos canais de denúncias e possam colaborar sem medo, disse o Conselheiro Tutelar, Marcio Crispim.  
 
Além do trabalho de panfletagem, também na tarde de hoje, os adolescentes  assistidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos participaram na sede do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) de uma palestra sobre o Combate ao Abuso e à Exploração Sexual. O objetivo foi informar os jovens sobre como denunciar os casos de abuso e a importância de se transformarem em agentes multiplicadores da informação.
 
 - Essa é uma campanha importante de esclarecimento realizada através de uma parceria do Conselho Tutelar com o Creas.Essa ação foi fundamental porque além de esclarecer as dúvidas e informar, também teve o objetivo ajudar os jovens a se transformaram em agentes multiplicadores para que ajudem a propagar as informações nos seus ciclos sociais de como combater e denunciar o abuso sexual de crianças e adolescentes -  finalizou a  Secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Raquel Rocha.
 
Atendimentos
 
O Centro de Referencia Especializado de Assistência Social tem como função acolher famílias em situações onde há vínculos familiares rompidos e violações dos Direitos Humanos, como abusos sexuais e agressões físicas. As pessoas que se  encontram em alguma  dessas situações devem procurar o CREAS que fica na Avenida dos Expedicionários, nº 531, no Centro. O telefone é 3352-3981. A unidade funciona das 08h às 12h e de 13h30 às 17h.
 
O Conselho Tutelar zela pelos direitos das crianças e adolescentes que tenham seus direitos violados ou ameaçados por ação ou omissão da sociedade ou do Estado ou também por  falta, omissão ou abuso dos pais ou responsáveis. A sede fica na Rua São José, nº129, Centro (ao lado da Biblioteca Municipal). Os atendimentos ao público acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O  telefone  de contato é  (24) 33526739  e o órgão também atende durante plantão 24 horas e pode ser acionado pelo telefone (24) 9 99528589
 
 
 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »