13/07/2017 às 17h48min - Atualizada em 13/07/2017 às 17h48min

Unidade Básica de Saúde do bairro Marechal Jardim zera fila de exames

A Unidade Básica de Saúde (UBS),do bairro Marechal Jardim chegou ao mês de julho com um saldo positivo.De acordo com a coordenadora de saúde da unidade, Leila Ribeiro, a fila de pacientes para exames médicos como mamografia e ultrassonografia e para consultas nas áreas de dermatologia,nutrição, urologia e ortopedia estão zeradas.

Os números se referem aos pacientes que estavam aguardando os exames durante o primeiro semestre. Ao todo 41 estavam na fila desde o mês de janeiro para exames de mamografia e 50 para ultrassonografias.

 Em relação aos exames laboratoriais, a coordenadora explica que existe ainda uma demanda, mas todos os exames estão sendo agendados, tendo prioridade os casos mais graves.

 - Acabamos com uma demanda reprimida em ultrassonografia e mamografia. Para agilizar o serviço realizamos a marcação dos exames e entramos em contato com as pessoas. Algumas agora aguardam apenas os resultados, que quando ficam prontos nossa equipe busca e entrega ao paciente aqui mesmo na unidade. Sobre os exames laboratoriais também fazemos a marcação  e eles são realizados aqui mesmo na unidade, disse a coordenadora.

Para oferecer mais comodidade ao paciente, Leila Ribeiro explica também que como a maioria dos exames requer uma marcação prévia no setor de Tratamento fora do Domicílio (TFD), ou na Policlínica Municipal, todo o agendamento e contato com o paciente é realizado pela própria Unidade Básica de Saúde.

- Hoje o paciente não precisa mais fazer a marcação, fazemos esse trabalho e avisamos a data do exame. O mesmo se refere a consultas médicas com profissionais de outras especialidades que a nossa unidade não dispõe. Também fazemos essa marcação e o paciente só vai fazer a consulta. Nosso objetivo é oferecer um atendimento com o máximo de qualidade aos pacientes -  contou a coordenadora.

Programa de Diabetes

A unidade também disponibiliza hoje um trabalho de acompanhamento das pessoas portadoras da diabetes.O atendimento acontece toda quinta-feira, a partir das 9 horas. O trabalho conta com aferição de pressão, da glicemia e pesagem do paciente.

 - Muitos pacientes que estavam com a glicemia elevada começaram um tratamento aqui na unidade e hoje já estão estabilizados.Houve casos de pessoas com a glicemia acima de 400 e que foi controlada também. Temos uma preocupação muito grande com todos,quando o paciente não vem a consulta, vamos em busca dele  para saber o motivo -  finalizou a coordenadora.
.
 
Por Matilde Basilio-- 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »