15/12/2017 às 18h03min - Atualizada em 15/12/2017 às 18h03min

Prefeitura de Itatiaia confirma participação na 10ª edição do ‘Prêmio Prefeito Empreendedor’

Prefeitura de Itatiaia confirmou na manhã de hoje (15) a sua participação na 10ª edição do ‘Prêmio Prefeito Empreendedor’ que terá a premiação final no início de junho de 2018. A confirmação foi realizada durante a visita do Consultor de Políticas Públicas do SEBRAE, Júlio Ledo, ao Prefeito Eduardo Guedes para apresentação do programa.

O encontro, realizado no gabinete do prefeito, contou também com a presença do vice-prefeito Sebastião Mantovani, do Secretário de Desenvolvimento Econômico, José Luiz Sales e dos representantes da Sala do Empreendedor, Marcelo Toledo, Edson de Souza e Marcos Carneiro.

Criado em 2001, o Prêmio Prefeito Empreendedor é um programa de reconhecimento aos gestores públicos que implantaram projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento dos pequenos negócios, com base na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico, ambiental e social do município.

O público alvo do prêmio é formado por prefeitos que tenham implementado projetos com resultados mensuráveis e comprovados de estímulo à formalização, ao desenvolvimento e à competitividade dos pequenos negócios, com base na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, contribuindo de forma efetiva para o crescimento econômico, ambiental e social do município.

Os projetos têm como foco, pequenos negócios formais ou em processo de formalização, individuais ou organizados em consórcios e associações, podendo ser de qualquer setor e localizados em áreas urbanas e rurais e os municípios .

De acordo com o Consultor de Políticas Públicas do SEBRAE, Júlio Ledo, o prêmio é um banco de boas práticas, fundamental para o cidadão. 

 - Muito mais do que a premiação em si, a grande importância é termos um banco de boas práticas para apresentar para os cidadãos do Estado do Rio de Janeiro e de todo o Brasil, porque sabemos que mesmo em momentos de dificuldades tem muitas cidades fazendo coisas boas e importantes. O prêmio muito mais que uma fonte de inspiração é um banco de boas práticas e vale ressaltar que é muito importante a cidade,o prefeito e a sua equipe ver os seus trabalhos valorizados também, disse Júlio Ledo.

As inscrições e envio dos projetos tiveram início no dia 30 de novembro e seguirão até 28 de fevereiro e o prêmio conta com oito categorias, são elas: Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios, Cooperação Intermunicipal para o Desenvolvimento Econômico, Compras Governamentais de Pequenos Negócios, Pequenos negócios no campo,Inovação e Sustentabilidade,Empreendedorismo nas escolas,Desburocratização e Implementação da Redesimples e Inclusão Produtiva e apoio ao Microempreendedor Individual (MEI) .

Conforme o regulamento, os municípios poderão apresentar até dois projetos em categorias diferentes, ou então apresentar apenas um projeto, inscrito em uma ou duas categorias.  A cidade poderá também optar por inscrever projetos iniciados em gestões anteriores, desde que tenham alcançado melhores resultados.

 - Já decidimos e a nossa participação será com dois projetos sendo eles 'Desburocratização e Implementação da Redesimples' e 'Inclusão Produtiva e apoio ao Microempreendedor Individual (MEI)'. Essa será um grande oportunidade de mostrarmos o quanto Itatiaia está avançada em relação as inovações e tecnologias apresentadas nesse programa do SEBRAE. Estamos confiantes e temos grandes chances de estarmos entre as principais cidades do Estado e até mesmo do país, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Luiz Sales.

O Prefeito Eduardo Guedes explicou que a Prefeitura está fazendo um amplo trabalho de valorização dos pequenos empreendedores de Itatiaia.

 - Sabemos da importância das grandes empresas da nossa cidade, mas também estamos fazendo um trabalho para valorizar os pequenos empreendedores do nosso município.  Já fomentamos projetos com a ACIATI, como o ‘Mega Domingo de Compras’, paramos de cobrar a taxa do microempreendedor, hoje o pequeno empreendedor tem  orientação em loco, o que o ajuda na formalização do seu negócio e temos agentes de desenvolvimento formados, ou seja, temos um trabalho de participação efetiva na vida do microempreendedor.  Essa participação acontece não só na abertura do pequeno empreendimento, mas também na movimentação e manutenção. O município se porta como um verdadeiro parceiro do microeempreendedor, finalizou o prefeito.

Por Matilde Basilio

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »