02/02/2018 às 17h59min - Atualizada em 02/02/2018 às 17h59min

Saúde zera fila de espera das cirurgias de Pterígio e Calázio

 A Prefeitura de Itatiaia acaba de zerar mais uma fila na área da Saúde. Essa semana foi a vez das cirurgias de Pterígios e Calázios.  Através do encaminhamento do TFD - Tratamento fora do domicílio, na última terça-feira (29), um total de dezesseis pacientes que aguardavam na fila passaram pelo procedimento cirúrgico, acabando assim toda a demanda reprimida.

As cirurgias foram realizadas no pronto cirúrgico do Hospital Municipal Manoel Martins de Barros e duraram menos de meia hora cada uma. Ao todo foram 12 cirurgias de Pterígio e 4 de Calázios, todas com encaminhamento médico.

O Pterígio é uma doença caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. Já o calázio  caracteriza-se por uma inflamação da pálpebra, semelhante ao um pequeno nódulo que pode provocar dor, irritação e dificuldade de visão.

- Com a realização dessas cirurgias zeramos toda a fila de espera desses casos que tínhamos  junto ao TFD. Nosso objetivo era acabar com a demanda reprimida e começarmos a atender os novos pacientes com mais tranquilidade. Mas vale ressaltar que as cirúrgicas oftalmológicas de Pterígios e Calázios nem sempre são realizadas em Itatiaia. Devido ao sistema de pactuação, se necessário, elas também podem ser realizadas na Unidade de Barra do Piraí  -  explicou a diretora do TFD, Carina Maia.

 A diretora lembra que o trabalho para zerar as filas de espera é mais  uma das ações  realizadas para  garantir uma saúde de qualidade a população.

 - Aos poucos estamos diminuindo demandas em diversas áreas. Nosso trabalho está focado em atender as necessidades da população -  explicou Carina Maia.

Para o diretor do Hospital Municipal, Dr. Fernando Freitas, ver o Centro Cirúrgico funcionando e poder fazer os procedimentos dentro do município é uma grande conquista para toda a cidade.
 
- Nosso trabalho está focado em atender as necessidades da população. Hoje realizamos cirurgias importantes de pequeno e médio porte. Os procedimentos realizados dentro da cidade trazem mais comodidade tanto para o paciente, quanto para a família que o acompanha, porque não precisam se deslocar e ficar longe de suas casas.Antes, em alguns  casos, os pacientes tinham suas cirurgias agendadas em outras cidades e isso comprometia a todos. Hoje muitas acontecem aqui mesmo. Por isso reforçamos que o funcionamento do Centro Cirúrgico foi uma grande  conquista para a área da saúde, disse.

O diretor da Unidade reforçou ainda que equipamentos são modernos e a estrutura é adequada para realização de cirurgias.

 - O Centro Cirúrgico permite a realização do procedimento com segurança. No local tudo é feito com muita responsabilidade - salientou.

Momentos antes de passar pela cirurgia, a professora Elisabete dos Santos falou da alegria em poder realizar o procedimento dentro da cidade.

 - Estou muito feliz  em poder fazer essa cirurgia aqui. O Centro Cirúrgico está muito organizado e a equipe é muito boa. Depois dessa vou precisar passar por outro procedimento e ver tudo organizado e funcionando me dá muita segurança ainda-  disse.

 Morador de Penedo, Jorge Luis Ribeiro Maia, de 60 anos contou que  aguardava a cirurgia desde o ano passado  .

 - Tanto no TDF, quanto aqui no hospital o atendimento foi muito bom. Confesso que estava muito ansioso, mas ao ver tudo muito organizado  fiquei bastante tranquilo e feliz, frisou.

 A oportunidade de enxergar melhor também fez com que  José Anízio, morador do Jardim Manchete procurasse o serviço de Saúde de Itatiaia.

 - Fiz todos os procedimentos e o TFD me encaminhou para fazer a cirurgia e estou muito contente em saber que a partir de hoje vou enxergar tudo bem melhor, disse.

Em pleno funcionamento desde o mês de abril, o espaço que já realizou mais de 380 procedimentos vem atendendo os moradores com cirurgias eletivas de pequeno e médio porte. 

Para receber os pacientes, o local passou por melhorias estruturais. Por atender todas as normas todas as normas exigidas para segurança dos pacientes, o espaço foi liberado pela fiscalização da Vigilância Sanitária do Estado.

Para passar pelos procedimentos no Centro Cirúrgico o paciente primeiramente passa por uma consulta com um clínico geral, que vendo a necessidade de uma investigação mais profunda da enfermidade, faz o encaminhamento para o Serviço de Tratamento Fora do Domicílio (TFD). No setor é feito um agendamento com o especialista na enfermidade que ao verificar a necessidade da realização da cirurgia, solicita ao TFD que faça o agendamento no Hospital Municipal.

Por Matilde Basilio
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »