06/02/2018 às 16h51min - Atualizada em 06/02/2018 às 16h51min

Auxiliares de creche participam de encontro sobre afetividade e psicomotricidade

A Prefeitura de Itatiaia, por meio da Secretaria de Educação, iniciou nesta terça-feira (06) o Encontro de Auxiliares de Creche da rede municipal de ensino, com o tema “Afetividade e Psicomotricidade”. Realizado na Pré Escola Maria José de Aquino, a reunião acontecerá até o dia 08, sempre na parte da tarde, em mais dois polos de formação localizados no Colégio Ana Elisa Lisboa Gregori e no Colégio Dom Ottorino Zanon, em Penedo.

O primeiro encontro contou com a presença de mais de 30 pessoas entre auxiliares, professores e Orientadoras Pedagógicas da creche. O evento foi organizado a partir das demandas apresentadas nos encontros passados, com o objetivo de sensibilizar os profissionais quanto ao afeto na educação e a importância da psicomotricidade no desenvolvimento dos alunos. As reuniões abordam ainda a importância das auxiliares no trabalho de cuidar e educar.

- Temos um cronograma de encontros pedagógicos e começamos com os profissionais da creche. Faremos a reunião em três pólos, sempre à tarde, para não atrapalhar o período de adaptação e a rotina das unidades. Esses encontros são importantes porque dão aos pais confiança no trabalho a ser desenvolvido, pois os profissionais aplicam no dia-a-dia o conhecimento adquirido e passam a ter um olhar diferenciado que ajuda a desenvolver as competências e habilidades dos alunos – explicou a Coordenadora Pedagógica das Creches, Lúcia Carvalho.

De acordo com o Professor de Educação Física, Pedro Marques, na educação infantil a criança está no processo de aprendizagem e a psicomotricidade é importante para que a criança tenha noção do seu corpo, do espaço e de como o ato de se mover pode ser determinante no momento de interação social.

- Por muito tempo as creches ficaram sem profissionais desta área, mas a volta desta temática representa um ganho enorme para o desenvolvimento das crianças. A Psicomotricidade faz um trabalho profilático, ou seja, ela antecipa algum problema que o aluno venha a ter como a dificuldade para acompanhar a direção gráfica de leitura e escrita, ou a utilização dos termos direita e esquerda erroneamente. Utilizando técnicas diferentes para cada idade, são trabalhados fatores como a lateralidade, esquema corporal, organização e noção espacial – destacou o professor que palestrou sobre o tema no encontro.

 
Por Luana Vieira

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »