13/09/2018 às 11h07min - Atualizada em 13/09/2018 às 11h07min

Agricultura Familiar passa a compor a Merenda da Rede Municipal de Ensino de Itatiaia

 A Prefeitura de Itatiaia, por meio da Secretaria de Educação, começa no fim deste mês, a usar na merenda escolar de todas as Unidades Escolares produtos que serão fornecidos, a partir de agora, pela produção familiar. São hortaliças como acelga, couve, espinafre, brócolis, entre outros. Também serão oferecidos o Juçaí, que é muito parecido com açaí, mas é extraído da semente do palmito Juçara e uma ótima novidade que é o iogurte.

Para o Secretário de Educação, Amarildo Veiga Ferri, é muito bom poder contar com a agricultura familiar porque garante o fornecimento de alimentos frescos nas escolas:

- É importante que os alunos recebam um alimento de qualidade e fresco e a proximidade dos fornecedores facilita isto, garantindo produtos saudáveis. Essa é a preocupação da atual gestão, oferecer o melhor aos munícipes, disse Amarildo.

A inserção de produtos da produção familiar colabora ainda mais para a alimentação saudável oferecida na merenda que é cuidadosamente planejada pelas nutricionistas da Secretaria de Educação, pois a prioridade é sempre por alimentos naturais. Para inserir um produto diferente, as nutricionistas fazem um teste de aceitabilidade em uma escola e o iogurte foi aprovado pelos alunos, segundo a nutricionista Ana Rita de Freitas Muniz, responsável técnica do PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar, no Município.

- A gente prioriza o alimento “in natura” embora haja outras opções emergenciais. Antes de colocarmos o iogurte como opção, fizemos um teste no Colégio Reinaldo Maia Souto e os alunos gostaram muito, disse Ana Rita.

A equipe de nutrição elabora diferentes cardápios, pois de acordo com a idade há alimentos específicos que precisam ser oferecidos. Há um cardápio para crianças de 6 a 14 anos e os alunos da EJA, outro para aqueles de 3 a 6 anos e ainda os da creche, para o berçário 1 e o 2. Em relação aos novos produtos e de acordo com as necessidades nutricionais, o Juçaí, por exemplo, será oferecido no ensino fundamental I e II.

O trabalho da merenda saudável inclui ainda um cardápio especial para alunos com necessidades nutricionais especiais, como aqueles que têm intolerâncias a glúten, lactose e proteína do leite, e que apresentam laudo médico com CID – Código de Identificação da Doença, na escola.

Por Anamaria Albuquerque
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »