04/02/2019 às 17h03min - Atualizada em 04/02/2019 às 17h03min

​Prevenção à Cabeças D’Água é tema de reunião de entidades governamentais e não governamentais em Itatiaia

A Secretaria de Ordem Pública se reuniu no último dia 31, quinta-feira, com órgãos governamentais e não governamentais para discutir projetos de curto e médio prazo em relação às cabeças d’água e afogamento nas cachoeiras e locais críticos. Estiveram presentes representantes das Defesas Civis de Resende e Itatiaia, da Secretaria de Planejamento do ICM – Bio / Parque Nacional do Itatiaia, da União Naciional de Mulheres, entre outros.

Segundo o Secretário de Ordem Pública, Carlos César de Paula, na reunião,  que teve o objetivo de integrar as ações de prevenção de acidentes na área do Parque Nacional e de seu entorno, todos avaliaram a importância de não encarar esses acidentes apenas como fatalidades, mas que o poder público que representam deve intensificar as ações preventivas.

- Foi muito válido este primeiro passo e acredito com essa união conseguiremos alcançar os nossos objetivos que visam oferecer maior segurança aos nossos Munícipes e visitantes, disse De Paula.

No encontro foram traçadas medidas que são possíveis de realizar tais como: criação de um grupo de whatsapp de alerta de risco de tromba e cabeças d’água, onde os funcionários do ICM-Bio que já fazem o monitorimento passarão a informar também no grupo que será formado por componentes da guarda civil, dos bombeiros, da guarda municipal, de forma que os banhistas que estiverem no “Paraíso Perdido”, “Conora” e “Paredão” sejam avisados com antecedência do risco iminente. Este aviso deverá ser emitido por sinalizadores sonoros e bandeiras.

Para que o sistema sonoro seja implantado será enviado um ofício ao Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres, feito pelo Governo Municipal e pela  administração do Parque Nacional, solicitando a elaboração de um projeto que visa a adoção de um sistema sonoro por meio de sirenes, incluindo a viabilidade técnica, financeira, assim como aprovação de recursos financeiros para a execução do projeto.

Nas ações traçadas foram incluídas também a compra de boias e botes salva-vidas pela Prefeitura para serem disponibilizadas nesses locais, encaminhamento de solicitação de parceria com o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro e à Prefeitura de Itatiaia, para disponibilizarem guardas-vidas no período do verão, fins de semana e feriados e o pedido de uma parceria com a Associação Educacional Dom Bosco, com a apresentação de um projeto que estão desenvolvendo sobre alerta de enchentes.

Além da colocação de mais placas ao longo do ribeirão, em locais perigosos, com o objetivo de intensificar a sinalização, que já vem sendo feita pela Secretaria de Ordem Pública, ficou acordado ainda que será feito um trabalho e conscientização nas escolas sobre os riscos e medidas preventivas.
 
Por Anamaria Albuquerque
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »