28/03/2019 às 17h36min - Atualizada em 28/03/2019 às 17h36min

Balaço da Dengue no primeiro trimestre de 2019 é divulgado pela Vigilância em Saúde de Itatiaia

Mais de 8 mil imóveis foram vistoriados

Bruno Barreto
Foto: Ariane Alves / PMI
A equipe da Vigilância em Saúde, vinculada à Secretaria de Saúde e composta pelo grupo de trabalho conjunto da Vigilância Ambiental, Epidemiológica e Sanitária, realizou o levantamento de controle da dengue no município de Itatiaia, neste primeiro trimestre de 2019.

Entre os 10 casos de suspeita de dengue, a região teve 01 quadro confirmado, que recebe atendimento no hospital municipal Dr. Manoel Martins de Barros, e nenhum para as demais arboviroses (zica vírus e chikungunya).

Nos últimos dois meses, período em que o risco de proliferação do mosquito é mais crítico devido ao verão, foram vistoriados mais de 8 mil imóveis, e destes tratados 1.142, na região (500 eram de depósitos). Cerca de três toneladas de lixo foram recolhidos e higienizados.

Em uma das amostras da pesquisa, 9 imóveis de um total de 15 vistoriados apresentaram a presença de larvas do mosquito Aedes aegypti. No estudo foram coletados 34 tubos de análise, sendo 20 destes positivos com as larvas.

Entre as ações imediatas foi realizado pela equipe um bloqueio químico e mecânico, e a distribuição de 2.025 folders de conscientização, além de alertas, eventos e informativos amplamente divulgados nas mídias oficiais da Prefeitura. Também foram expostos cerca de 50 cartazes em pontos de grande movimentação e nos centros comerciais.

Após a campanha, a equipe realizou um levantamento sobre os bairros que ainda necessitam de maior combate ao mosquito da dengue e às demais arboviroses. Segundo apontamento do último LIRAa, realizado em fevereiro, as áreas de Vila Flórida, Campo Alegre e Jardim Itatiaia necessitam de um cuidado maior.

Entre as atividades desenvolvidas estão ainda: o estudo do índice de infestação e tratamento de depósitos (LI+T) em áreas prioritárias, recolhimento de lixo em terrenos baldios e localidades públicas (em parceria com a Secretaria de Obras), atividades contínuas de educação pública em Saúde.

A previsão é de que um novo relatório seja divulgado antes do término do mês de julho deste ano. Nos próximos meses também serão aplicadas e ampliadas as medidas de prevenção. As denúncias de novos casos podem ser feitas através do número: 3352-1587.
 
Por Bruno Barreto.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »