17/04/2019 às 11h34min - Atualizada em 17/04/2019 às 11h34min

“Projeto Salte e Ataque – Vôlei para todos” reúne centenas de alunos, em três polos, e amplia a oferta do serviço em Itatiaia

Ariane Alves / PMI
 O projeto "Salte e Ataque – Vôlei para todos", desenvolvido pela Prefeitura de Itatiaia, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, segue avançando no município. De acordo com o secretário, Alex Gomes, na última segunda-feira, dia 15, teve início o novo trabalho junto ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo, em parceria com a Assistência Social.

A proposta visa promover o combate ao sedentarismo e ampliar a qualidade de vida da população, além de possibilitar a revelação de futuros atletas.
Segundo o professor responsável, Adriano de Macedo, o projeto teve uma evolução satisfatória, ainda este mês, as equipes mirim e infantil feminino participarão da Copa do Interior de Vôlei, que será apoiado pela Federação de Vôlei do Rio de Janeiro.

O programa é aberto para ambos os sexos, a partir dos 9 anos, havendo necessidade, as turmas serão divididas por categorias. Atualmente, cerca de 100 alunos são atendidos, em três polos na cidade.

O “Salte e Ataque – Vôlei para todos” tem polo de vôlei no bairro Jardim Itatiaia. No local as aulas gratuitas ocorrem nas segundas e quartas-feiras, das 18h30min às 21h, na quadra do Ciep Ezequiel Freire para categoria masculina. No bairro Campo Alegre, as aulas de vôlei são nas terças e quintas-feiras, no horário entre 18h e 20h, na quadra do Colégio Ana Elisa Lisboa Gregori para categoria feminina. Na quadra do Reinaldo Maia Solto, o professor atende alunos do CRAS as segundas e quintas-feiras, das 14h às 17h e, aos sábados, as aulas são abertas para ambos os sexos, neste mesmo horário.

Para os interessados em participar inscrições podem ser feitas no local das atividades, durante as aulas. É preciso apresentar documento de identidade, CPF, comprovantes de residência e de escolaridade, duas fotos tamanho 3×4 e atestado médico garantindo aptidão do participante para a prática de atividade física. O cadastro requer ainda a carteira de identidade do responsável do jovem, caso seja menor de 18 anos.

 
Por Rafaella Basilio
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »