05/06/2019 às 15h19min - Atualizada em 05/06/2019 às 15h19min

Castração de animais que vivem próximos de área de proteção ambiental será realizada em Penedo

Foto: arquivo PMI

A Prefeitura de Itatiaia, por meio da Secretaria de Saúde, e da equipe de educação em saúde do Centro de Controle de Zoonoses, iniciou nesta quarta-feira, dia 5, o cadastramento de cães e gatos das áreas prioritárias do entorno do Parque Estadual de Pedra Selada.

A iniciativa integra ações conjuntas ao projeto ‘Ambiente Animal’, realizado pela Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (SEAS), e que visa diminuir a ação predatória de animais domésticos sobre os animais silvestres que vivem próximos das Unidades de Conservação (UCs). Ela será realizada na Praça Finlândia, das 9h às 16h.

De acordo com a coordenadora de mobilização e comunicação do projeto ‘Ambiente Anima
l’, Mariana Guimarães, o eixo central é trabalhar o cuidado com os animais a partir de quatro parâmetros, que envolve a mobilização e comunicação, educação socioambiental, veterinária e pesquisa.


– Nosso foco neste momento é realizar o cadastramento dos animais cujo perfil o projeto contempla, identificar os protetores da região com vistas na facilitação de uma rede local, mobilizar e agendar rodas de conversa cujo tema é a Saúde Única e, por fim, assegurar que 260 cães e gatos da localidade sejam beneficiados pela castração oferecida pelo projeto. – avalia a coordenadora.

As regiões em que os animais serão cadastrados são: África I e II, Ermitão, Alto Penedo, Jambeiro I e II, Bela Vista, Centro de Penedo, Formigueiro, Martineli, Marechal Jardim, Jardim Manchete, Vila Benfica e Fazenda da Serra.

Outro fator determinante para a realização do alistamento é o cumprimento das etapas de filtragem, que exige a verificação da idade, peso e condições do animal, ou seja, somente poderão ser castrados os animais com idade entre 6 meses e 6 anos e peso máximo de 20kg, e não-lactantes.

O período de castração acontece a partir do dia 24 de junho e vai até o dia 6 de julho, de segunda a sábado, das 9h às 18h. Ainda de acordo com a equipe de trabalho em média, passarão pelo procedimento, de 20 a 22 animais por dia.

Os procedimentos cirúrgicos a serem realizados respeitam os critérios técnicos, preceitos éticos e princípios da moralidade e eficiência, de acordo com as regras e com autorização do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

Por Bruno Barreto.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »