24/01/2020 às 17h03min - Atualizada em 24/01/2020 às 17h03min

Nova Conquista e Vila Maia poderão ser beneficiadas com a construção de casas para famílias de baixa renda

Foto: Cristiano Braga / PMI
A Prefeitura de Itatiaia recebeu nesta sexta-feira, dia 24, a visita do secretário de Estado de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro, para tratar junto ao secretário Municipal de Habitação e Regularização Fundiária, João Alberto Avellar, da implantação de projetos relacionados à construção de residências do programa: ‘Casa Nova’ do Governo do Estado.

De acordo com o projeto, as unidades habitacionais serão destinadas às pessoas de baixa renda e em situação de vulnerabilidade. A previsão é de que elas sejam construídas nos bairros de Nova Conquista e Vila Maia, o que beneficiaria cerca de 700 famílias do Município.

Na ocasião, o prefeito Eduardo Guedes aproveitou a visita para ressaltar o trabalho que já vem sendo desenvolvido, como o estudo de sondagem e topografia, e a regularização do relevo da área necessária para o Registro Geral de Imóveis (RGI).

– Tudo está caminhando para que a gente possa oferecer à nossa população mais qualidade de vida e dignidade. Esse apoio do Governo do Estado vai fazer com que Itatiaia avance ainda mais no cumprimento de melhorias adotadas pelo nosso plano de governo. – explica o prefeito.

O Secretário, Bruno Kazuhiro, também falou sobre a oportunidade de visitar e conhecer melhor as demandas dos municípios de Itatiaia, Resende e Porto Real.

– Esta visita ao Município de Itatiaia foi muito importante. A construção destes conjuntos habitacionais e casas populares em dois terrenos já analisados, um do Governo do Estado e outro da Prefeitura, irá reduzir o déficit habitacional que a cidade tem. Esse trabalho é uma prioridade do programa ‘Casa Nova’. – diz o secretário.

Também em reunião, foi levantada a possibilidade de que o Colégio Ottorino Zanon retome a oferta de atividades do curso de técnico de Agricultura. De acordo com estudos e análises da vocação regional, desenvolvido pela secretaria de Habitação, a formação traria impactos positivos para a preservação ambiental e economia local.

Por Bruno Barreto.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »