13/05/2020 às 12h16min - Atualizada em 13/05/2020 às 12h16min

Vacinação contra a gripe segue até o dia 6 de junho

A campanha de vacinação contra o vírus Influenza foi prorrogada até o dia 6 de junho. Segundo dados do Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, até o momento 5.128 pessoas do público-alvo de 8.500 pessoas já foram imunizadas. A previsão é de que mais de três mil e quatrocentas pessoas ainda serão vacinadas até o último dia da campanha.

Com o início da terceira e última etapa da campanha, todos os integrantes do público-alvo estão sendo atendidos. Este grupo inclui gestantes, puérperas com até 45 dias de parto, portadores de doenças crônicas, crianças de 6 meses até 6 anos, adultos de 55 até 59 anos, professores, trabalhadores da área de segurança, motoristas e agentes da saúde.

Andrea Millen, coordenadora do Setor de Imunização, infatiza a importância da imunização em meio a uma pandemia da Covid-19.


— A vacinação não protege do coronavírus, mas ajuda a fazer um diagnóstico diferenciado. Se a pessoa já está vacinada e apresenta sintomas do vírus, como a Síndrome Aguda Respiratória, descartamos a possibilidade de ser H1N1.

Para ser vacinado, basta se dirigir ao drive-thru de uma das unidades de saúde do município munido de máscara de proteção, sempre respeitando as regras de distanciamento. Também é recomendado que a pessoa que irá ser vacinada esteja com sua carteira de vacinação em mãos.

Cancelamento do dia D de vacinação
Após decisão do Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Itatiaia, por meio Setor de Imunização, informa que o Dia D de vacinação contra a Influenza foi cancelado devido às medidas de contenção estabelecidas para o combate do coronavírus.

A vacina
A vacina, composta por vírus inativado e, protege contra os vírus Influenza A(H1N1)pdm09, A(H3N2) e Influenza B. Na primeira fase da campanha, de 23 de março a 15 de abril, foram vacinados idosos e trabalhadores da saúde. A 2ª fase (a partir de 16 abril) incluem membros das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas ou condições clínicas especiais, Caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo (motoristas e cobradores) e portuários, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Por Letícia de Souza.
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »