17/12/2020 às 14h28min - Atualizada em 17/12/2020 às 14h28min

Informatização: Prefeitura moderniza setores da Secretaria de Saúde com a implantação do ‘Gestão Saúde’

O sistema trará agilidade, otimização e organização nos atendimentos

Foto: Ariane Alves/PMI
Visando aperfeiçoar o suporte oferecido aos munícipes que utilizam o SUS – Sistema Único de Saúde, a Prefeitura de Itatiaia implantou nos setores da Secretaria de Saúde, o ‘Gestão Saúde’, um sistema informatizado e unificado no qual todos os registros de atendimentos dos pacientes ficam salvos.

A tecnologia abrange toda a área da Saúde, como por exemplo, o Programa Saúde da Família (PSF), a Atenção Especializada, o almoxarifado da Farmácia Municipal e o Hospital Municipal Dr. Manoel Martins Barros.

— É um prontuário eletrônico do usuário. Tudo que o paciente faz é lançado nesse sistema. Suas consultas, exames, vacinas, procedimentos clínicos, entre outros. E essas informações podem ser acessadas em qualquer unidade da rede municipal de saúde pelo profissional que está realizando o atendimento – explica Carlos Magno Goulart, secretário de Saúde.

A implantação do ‘Gestão Saúde’ teve início em setembro. Durante esse período, os funcionários da Secretaria de Saúde passaram por treinamentos quanto ao uso da tecnologia. Também foram adquiridos novos equipamentos para a utilização do sistema digital, como televisores para chamada de pacientes e apresentação de vídeos institucionais (campanhas de vacina e programas de saúde oferecidos em Itatiaia), bem como tablets para os agentes comunitários do município registrarem informações de visitas domiciliares.

De acordo com Carlos Magno, o processo de informatização representa um grande avanço para a saúde do município.

 — Esse sistema vai conferir agilidade, otimização e organização nos atendimentos, e irá trazer proximidade com a população. Também conseguiremos identificar, com mais facilidade, o perfil epidemiológico da cidade, fazer um balanço das morbidades e aprimorar o serviço de referência e contrarreferência, que seria o encaminhamento do paciente para uma unidade de maior complexidade ou o retorno para a unidade básica de origem – finalizou.

Por Letícia de Souza
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »